21 de dez de 2011

Abordagem e Direitos Humanos

Estudo científico sobre abordagem policial, elaborado pelo Maj PM Adilson Luís Franco Nassaro.

Revista do Laboratório de Estudos da Violência da UNESP (Marília), ano 2011, Edição 08, dezembro de 2011, ISSN 1983-2192 (responsável: Dra. Sueli Andruccioli Felix, UNESP Marília).

“A necessária harmonização entre abordagem policial e direitos humanos”

LINK: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/levs/article/viewFile/1642/1406

5 de dez de 2011

A ação de abordar!





Abordagem é uma manifestação do dever de poder de polícia, ocasião em que o polical promoverá a restrição de determinados direitos individuais, em atenção ao interesse público e manutenção da ordem.



http://www.youtube.com/watch?v=rGx8o6EXhQM

17 de nov de 2011

PM soma quase 1 milhão de abordagens só em 2011



Com policiamente ostensivo/preventivo e compromisso com o cidadão, a Polícia Militar do Estado de São Paulo mostra resultados satisfatórios nas ações realizadas em 2011.

Até outubro deste ano, 959.514 pessoas já foram abordadas pela PM, em toda a Capital.A média é de quase 3,1 mil abordagens por dia em toda a cidade de São Paulo, que, até setembro desse ano, resultaram na apreensão de 9.986 armas de fogo, 30 mil quilos de entorpecentes e na prisão de 14.560 criminosos com mandado de prisão expedido.


O critério da abordagem é fundamentado na atitude suspeita, que foge geralmente, do comportamento comum. A PM é democrática e hoje, temos em nossa frente, policiais de todas as raças e condições. Se não há preconceito no ingresso, não há nas ações.


Confira na íntegra a matéria publicada no Jornal Metrô News

http://www.policiamilitar.sp.gov.br/unidades/ccomsoc/Metro_03.pdf

Polícia Militar, compromisso com o cidadão.

23 de ago de 2011


Olá!

Sou o Sd PM Da Silva!

Trabalho no policiamento de área e conheço muito BEM nossas dificuldades.... também tenho família e sei o que a sociedade pensa e espera de nós!

Estou aqui para acompanhar as novidades do Programa da Abordagem e colocar neste Blog tudo o que eu souber ou for de interesse de nossos colegas e das pessoas a quem prestamos nossos serviços!

Sinceramente, espero contribuir com o Programa pois sempre quero estar bem informado sobre o que está acontecendo com nossa Polícia Militar e atender os anseios e as expectativas de nossa população que tanto precisa da polícia preventiva.

Convidamos o Instituto Sou da Paz para realizar este trabalho e hoje como parceiros, estão contribuindo de maneira significativa!

Espero contribuir com nossos colegas e informar bem a população e para isso estarei sempre aqui trazendo mensagens, novidades e outros assuntos de interesse.

Até mais!

QRV total!


25 de jul de 2011

Participantes da elaboração do diagnóstico são convidados a assistir seus resultados

Os policiais que participaram da elaboração do diagnóstico sobre os desafios da Abordagem Policial compareceram na última quinta-feira (21 de julho) ao Quartel do Comando Geral para conhecer os resultados obtidos a partir das discussões entre eles e o Instituto Sou da Paz.

A abertura do evento foi feita pela Coronel PM Maria, chefe do CCOMSOC, que agradeceu a presença e a colaboração de todos até o momento. Em seguida, Carolina Ricardo, diretora do Instituto Sou da Paz, realizou a apresentação do diagnóstico elaborado numa parceria entre o Insituto e a PMESP.

Após a apresentação, os soldados, cabos, sargentos e tenentes convidados fizeram comentários para ajudar a equipe a fortalecer ainda mais a apresentação.

Ao final, foi pedido a todos os policiais presentes que ajudassem mais uma vez a elaboração do Programa Abordagem Legal, opinando sobre os materiais de comunicação interna que foram elaborados pela equipe de comunicação do Programa.

Estes materiais têm como objetivo ajudar o policial no momento da abordagem e devem ser enviados a todas as unidades da PM nos próximos meses.

Vamos guardar um pouco mais as informações sobre estes materiais, pois agora estamos ajustando cada um com base nas sugestões feitas. Assim que eles estiverem prontinhos, prometemos colocar bastante informações aqui no Blog para os interessados.

12 de jul de 2011

PROJETO ESCRITO!!

O projeto do PROGRAMA ABORDAGEM LEGAL foi finalizado e lido a todos os presentes durante a reunião do dia 12 de julho. Agora, com projeto no papel e as diretrizes do programa traçadas, o grupo se dividirá em dois. Metade ficará responsável por criar um programa piloto de treinamento e a outra metade ficará responsável por planejar e executar a parte de comunicação.



A primeira reunião de cada grupo já está marcada para a próxima semana!!

28 de jun de 2011

VISÃO ESTRATÉGICA



A 5a. Seção do Estado Maior trouxe para a reunião realizada em 28Jun11 uma série de premissas que ajudam a sedimentar os objetivos do projeto e garantir que haja uma boa mensuração dos resultados obtidos no futuro.

GRUPO DE TRABALHO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL AVANÇA COM O PROJETO




Em 28 de junho o Grupo de Trabalho de Comunicação Social se reuniu para discutir diversos assuntos. Próximo do prazo para encerrar a primeira etapa do projeto, foram revisados os materiais gráficos e discutido um dos aspectos mais importantes do Programa que é a comunicação com o público interno, o policial militar que faz diariamente as abordagens.

22 de abr de 2011

SEMANA DA ABORDAGEM

A Semana da Abordagem, realizada nos dias 20 e 21 de abril na Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB), zona norte de São Paulo, teve a participação de 90 instrutores de POP (Procedimento Operacional Padrão) da Escola Superior de Soldados (ESSd), da Escola Superior de Sargentos (ESSgt), da Escola de Educação Física (EEF), da Academia do Barro Branco (APMBB) e do Estágio de Aprimoramento Profissional (EAP).





O objetivo do encontro foi aprofundar a discussão de três temas relativos à abordagem policial – Fundada Suspeita, Verbalização/Interação e Uso Progressivo da Força* -, de forma a capacitar os instrutores a tratar desses assuntos em seus respectivos cursos e estágios.




A abertura do evento foi realizada pelo Comandante Geral, Cel PM Álvaro Batista Camilo, e pelo Comandante da Diretoria de Ensino e Cultura (DEC), Cel PM Rissotto.


Melina Risso, diretora do Instituto Sou da Paz, apresentou um diagnóstico** sobre os principais desafios encontrados no momento da abordagem policial.








Por fim, a Cap. PM Tânia Pinc discutiu uma nova metodologia de ensino que deve ser levada em consideração durante as instruções para adultos.













Em pequenos grupos, os instrutores também participaram de oficinas sobre os três principais temas descritos acima. Além disso, alunos da APMBB realizaram Teatralizações sobre Abordagem nos intervalos das atividades, trazendo para o debate as diferenças entre Abordagem a pé, Abordagem em duas rodas e Abordagem a coletivo.




Esta primeira experiência foi registrada e avaliada pelos presentes e pelos organizadores. A Semana de Abordagem será aprimorada e deve acontecer novamente com novos formatos. Aguarde!





___________________________________________

* A oficina de Fundada Suspeita abordou temas como legislação, construção do conceito de fundada suspeita e filtros existentes na escolha do cidadão abordado (idade, raça, gênero).
A oficina de Verbalização/Interação discutiu a importância do diálogo durante todo o procedimento da abordagem, principalmente para acalmar e resgatar a confiança da população na Polícia Militar.
A oficina de Uso Progressivo da Força analisou o uso da força e a técnica utilizada durante a abordagem policial nas ocasiões em que não há colaboração do abordado.

** Para saber mais sobre o diagnóstico realizado pelo Instituto Sou da Paz, envie um e-mail para abordagempm@gmail.com

3 de mar de 2011

COMENTE!!!

Este blog é uma ferramenta nova para nós do projeto Abordagem Policial e por isso alguns probleminhas técnicos aconteceram.

Infelizmente, alguns dias atrás, ao trocarmos os posts da página inicial para suas respectivas páginas todos os comentários foram apagados e mesmo após inúmeras tentativas, não foi possível resgatá-los. Pedimos sinceras desculpas pela falha.

Mesmo assim, ressaltamos a importância da participação de todos, através de comentários e sugestões, para que este programa possa gerar os resultados esperados. Não deixe de participar, seus comentários são de extrema importância para nós.

25 de fev de 2011

Representantes dos Gabinetes de Treinamento participam da apresentação do Programa Trabalhando a Abordagem Policial

No dia 22 de fevereiro, aconteceu a reunião com 123 policiais responsáveis pelos Gabinetes de Treinamento (GTs) de todos os Batalhões da Polícia Militar do Estado. A intenção era sensibilizá-los para as dificuldades diárias encontradas durante a realização da abordagem policial e engajá-los no Programa Trabalhando Abordagem Policial.

Além disso, todos os participantes foram consultados quanto a elaboração de um material explicativo sobre Abordagem Policial com o objetivo de se tornar um conteúdo de apoio para cursos de formação e capacitação para policiais de todo o Estado. Os principais temas abordados serão: dificuldades no momento da abordagem, diálogo e interação no momento da abordagem, a importância de seguir o POP para a segurança do policial e do abordado e a importância da abordagem para melhorar ainda mais a imagem da polícia.

Os policiais também nos ajudaram a tornar o material mais próximo a realidade, pontuando problemas encontrados diariamente pelos agentes que realizam este procedimento. Em breve, outros policiais que trabalham diretamente nas ruas, em contato com a população, devem também ser consultados sobre o conteúdo e o design do material.

Quer saber mais? Mande um e-mail para abordagempm@gmail.com ou deixe aqui seu comentário.

16 de fev de 2011

Programa Trabalhando a Abordagem Policial

Um novo programa está começando com o objetivo de elevar a qualidade das abordagens realizadas pela Polícia Militar do Estado de São Paulo.


Todos os policiais estão sendo convidados a atuar juntos para melhorar este encontro diário com a população.


Fique atento, muitas novidades estão a caminho!!!!

28 de jan de 2011

Diretoria de Ensino e Cultura, Centro de Comunicação Social e Instituto Sou da Paz se reúnem para discutir a continuidade do Programa

O Programa de Abordagem Policial começou o ano de 2011 com uma reunião entre duas grandes unidades da Polícia Militar - a Diretoria de Ensino e Cultural e o Centro de Comunicação Social - juntamente com o Instituto Sou da Paz. O objetivo desta reunião foi estruturar um dos grandes eventos que ocorrerá na primeira semana de abril: a Semana da Abordagem Policial.

A Semana da Abordagem terá como finalidade criar uma metodologia inovadora para o ensino da abordagem policial dentro da corporação, bem como formar multiplicadores dessa metodologia em todas as escolas. Além disso, como a maior parte dos policiais não estão mais em formação, ficou estabelecido que outro foco de ação serão com os Gabinetes de Treinamento de cada batalhão da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Uma reunião com todos os policiais responsáveis pelos 123 Gabinetes de Treinamento (GTs) no Estado foi marcada para o dia 22 de fevereiro. Assim, será possível sensibilizar os policiais responsáveis pelo treinamento de todos os batalhões sobre a importância de qualificar ainda mais a execução do procedimento de abordagem policial.

Em breve vamos postar mais informações sobre estas duas atividades. Aguarde!

Quer saber mais sobre o programa? entre aqui.

10 de jan de 2011

Polícia Militar e Insituto Sou da Paz definem linhas de atuação do Programa de Abordagem

Para dar conta dos desafios descritos no post anterior, a Polícia Militar e o Instituto Sou da Paz decidiram conjuntamente desenvolver um trabalho com duas frentes: Comunicação e Treinamento, que devem ser trabalhadas de maneira complementar.

Em primeiro lugar, o investimento em comunicação interna é necessário para que se atinja a tropa como um todo, valorizando a importância da abordagem como o cartão de visita da Polícia Militar, de forma a fazer chegar a mensagem a todos os policiais que a abordagem é muito importante e deve ser bem feita. Além da comunicação interna, é preciso também investir em estratégias de comunicação para o público externo, explicando à população que a abordagem faz parte do trabalho cotidiano do policial e que, embora não seja um momento muito confortável, há algumas atitudes a adotar que podem facilitar o trabalho.

Além disso, para incidir na prática diária dos policiais, será igualmente preciso trabalhar seu treinamento, desconstruindo práticas equivocadas que ocorrem no dia a dia, bem como aprimorando os métodos e conteúdos do treinamento.

Quer saber mais? Envie um e-mail para abordagempm@gmail.com

Deixe seu comentário sobre o Programa e nos ajude a construir algo que tenha a sua cara.

5 de jan de 2011

Estruturação do Programa de Abordagem

Após firmada a parceria entre a Polícia Militar do Estado de São Paulo e o Instituto Sou da Paz, as duas equipes se reuniram diversas vezes durante o segundo semestre do ano de 2010 para estruturar o que se tornou o Programa de Abordagem Policial.

Ficou decidido que antes da elaboração do projeto, era necessário realizar uma etapa preliminar de diagnóstico que desse conta de identificar quais são os principais fatores de tensão e de distanciamento do policial e do cidadão no momento da abordagem.

Para isso, foram realizados dois grupos focais com policiais praças da rádio patrulha e da força tática e entrevistas em profundidade com tenentes, do CPA-M7, e dois grupos com jovens da Brasilândia e do Jardim Ângela. Além dos grupos, foram analisados materiais formativos da Polícia Militar, como o POP, vídeos do videotreinamento e foi levantada bibliografia sobre o tema.

Após a análise do diagnóstico, alguns pontos foram levantados como essenciais para ser trabalhados, como a comunicação e a verbalização durante a abordagem. Essas ferramentas, se utilizadas corretamente, possibilitam que o procedimento da abordagem tenha um desfecho mais positivo, melhorando a visão da comunidade sobre o policial.

Além disso, percebemos que é possível aprimorar ainda mais os materiais de treinamento, de forma a oferecer recursos mais objetivos para que o policial aprimore essa capacidade de comunicar-se.

Quer saber mais? Envie um e-mail para abordagempm@gmail.com